Características

Canil Cavalier King Charles SpanielSe você está procurando por um cão de raça é preciso saber o máximo de informações possíveis, tais como suas características físicas, personalidade, doenças predispostas etc. Tudo isso visando não haver frustrações futuras.
 
Praticamente desconhecida no Brasil, a raça Cavalier King Charles Spaniel está entre as cinco mais populares da Inglaterra, sua terra natal, e vem crescendo pelo mundo. Lá são registrados cerca de 14 mil Cavaliers ao ano, ultrapassando, por exemplo, raças como o Poodle e o Yorkshire.
 
A preferência dos ingleses por este cão, considerado ideal para a família e principalmente crianças, é antiga. O temperamento dócil é o ponto forte na sua personalidade. O próprio padrão o define como alegre, amistoso e sem tendências à timidez. Estas são apenas algumas das qualidades que tornam o convívio com o Cavalier muito fácil e agradável. Além de tudo, ele vive bem no campo ou cidade, casa ou apartamento, tem um tamanho adequado para a maioria dos lares e pode até ser carregado no colo. A pelagem longa, ao contrário do que sugere, é pouco trabalhosa, pois não precisa de tosa.
 
O Cavalier King Charles Spaniel é um típico cão de companhia. Nunca é agressivo ou nervoso. Não espere, portanto, vê-lo atuando como guarda em defesa da propriedade. Às vezes fica um pouco apreensivo com estranhos, mas isso não dura muito. Logo faz amizade com pessoas e animais, inclusive com outros cães. Ansioso em agradar o dono, quando comete um erro não é necessário puni-lo – basta adverti-lo com severidade para que fique imediatamente desconcertado e procure reparar a falta. É um cão extremamente familiar e gosta de ficar perto do dono. Descendente dos Spaniels, hábeis cães de caça, se dá bem em atividades que exigem agilidade e resistência física. Acompanha com prazer o dono em longas caminhadas e faz sucesso em competições de “Mini Agility”, destacando-se pela velocidade e capacidade de saltar. Na Inglaterra, onde a caça é permitida, sua performance de caçador é notável. Lá é treinado a apanhar a presa e trazê-la de volta (uma especialidade de Retrievers e Spaniels); obviamente pequenas aves compatíveis com seu tamanho. É também aproveitado para farejar drogas.
 
O Cavalier é um cão que come pouco. Basta dar-lhe ração de boa qualidade e seguir as instruções da embalagem para suprir todas as suas necessidades nutricionais.
 
Precisa correr e brincar para se desenvolver. A atividade física é importante não só para fortalecer a musculatura e ossatura, mas também para manter o equilíbrio comportamental. Senão, se aborrece e descarrega a energia fazendo “artes”. Atenção: muros e cercas devem ser bem fechados, pois adora explorar os arredores.
 
Sua pelagem não requer tosa específica, o que é até proibido pelo padrão. Comparado a outros peludos, é fácil mantê-lo bonito – basta um banho e uma escovação semanal. Limpe também as orelhas com produtos ceruminolíticos e algodão seco para prevenir otites e protegê-las da água ao banhá-lo.
 
Ao escolher um filhote é bom saber que há características que se alteram com o crescimento. O cão nasce com o nariz (trufa) rosa, que deve ficar preto até as 8 semanas. A mordedura costuma ser em tesoura, mas pode apresentar prognatismo (arcada inferior ultrapassa a superior) até cerca de 1 ano.
 

TOP